Produção de conteúdo: o que fazer em cada etapa do funil de vendas?

Produção de conteúdo: o que fazer em cada etapa do funil de vendas?

funil de vendas é uma forma bastante simplificada de representar o momento em que os seus consumidores estão na jornada de compra. Trata-se de um recurso muito utilizado em estratégias de marketing digital, especialmente no que diz respeito às ações que envolvem inbound marketing e a produção de conteúdo.

A ideia é incentivar os clientes em potencial, que ainda estão conhecendo a sua marca e as suas soluções, a se informarem cada vez mais sobre as próprias necessidades que eles têm e como a sua empresa pode ajudar a saná-las. Assim, eles avançam no funil até tomarem uma decisão de compra.

Quer saber que tipo de conteúdo funciona melhor em cada etapa do funil? Confira agora!

Topo de funil: atração e consciência

É no topo do funil em que as pessoas vivenciam o primeiro contato com a sua marca e passam a ter consciência de que existe um problema, dificuldade ou desejo. Cabe à empresa investir na produção de conteúdo de cunho introdutório, abordando aspectos mais gerais e abrangentes da solução que sua empresa oferece. 

Esse material servirá para atrair o leitor, permitir que ele enxergue a organização como uma autoridade naquele mercado e motivá-lo a confiar cada vez mais nela. Aqui, é importante desenvolver artigos para o blog, posts em redes sociais, infográficos e conteúdo interessante também nos formatos de áudio e vídeo.

Meio de funil: consideração e avaliação

Nesta fase, o usuário já sabe a “dor” que ele precisa resolver e está avaliando quais são as melhores soluções. Por isso, o conteúdo precisa ser um pouco mais aprofundado e com informações que comprovem que sua marca está empenhada em orientar o leitor da melhor maneira possível, demonstrando a experiência e conhecimento de mercado dos seus profissionais.

Posts para blog também cabem aqui, desde que sejam ainda mais completos. Além disso, e-books, e-mail marketing e webinars são excelentes opções.

Fundo de funil: conversão e decisão

Nesta etapa, o leitor já sabe o que ele precisa, já conhece a sua organização e precisa decidir se vai adquirir um produto ou contratar um serviço da sua empresa ou de um concorrente. É no fundo do funil que finalmente ocorre — ou não — a conversão do usuário em cliente.

Aqui é o momento em que você deve apresentar todas as informações de preço e conteúdos que ajudem a quebrar objeções, como comparativos, casos de sucesso e depoimentos. Para isso, é possível oferecer aulas gratuitas, disponibilizar estudos de caso completos e providenciar informações ainda mais detalhadas sobre suas soluções em webinars ou blog posts.

Com a produção de conteúdo e a escolha do material certo para cada fase do funil de vendas, sua empresa será capaz de motivar um engajamento muito maior do público com a marca. Por isso, cuide da qualidade das suas publicações, de modo a conquistar cada vez mais clientes e promover o crescimento do seu negócio.

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre técnicas de como criar conteúdos personalizados para a sua audiência? Então, confira o nosso post sobre o que é smart content e por que você deve entender mais sobre assunto. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This