O que é Smart Content e por quais razões você deve entender mais sobre isso

Os profissionais de marketing sabem que a tecnologia e a customização no atendimento estão cada dia mais presentes nas estratégias e ações da área. Atualmente, o público está mais conectado, mais informado e sempre buscando produtos e serviços exclusivos para as suas necessidades. Ou seja, os internautas estão em busca de conteúdo inteligente.

É nesse cenário que entra o conceito de smart content, sobre o qual falaremos neste post. Continue a leitura e fique por dentro!

Mas, afinal, o que é smart content?

O smart content é, como o próprio nome já diz, o “Conteúdo Inteligente” ou conteúdo personalizado voltado para atender às necessidades específicas dos diferentes consumidores.

Por meio dele, a sua empresa consegue entregar informações adaptadas e direcionadas, tanto para um prospect (usuário que já está no caminho para a efetivação de compra), quanto para pessoas que visitam o seu site pela primeira vez. Ou seja, com o smart content é possível trabalhar todas as etapas da jornada do cliente.

Essa sistemática permite segmentar conteúdos de acordo com o que você sabe sobre os internautas que entram em contato com a sua empresa. Quanto mais informações sobre o seu público, melhor segmentados serão os conteúdos e, consequentemente, as conversões.

Como funciona o smart content?

Basicamente, o smart content utiliza técnicas analíticas (como a análise integral de vocábulos e palavras-chave) para mensurar se o conteúdo veiculado tem alto valor agregado e alto significado semântico para o internauta.

Com informações sobre a localização do usuário ou sobre o dispositivo que está acessando, o conteúdo inteligente oferece uma série de informações que se encaixam nas expectativas, tornando única a experiência do usuário. Com ele pode-se, ainda, criar listas de contatos segmentadas por estágios do ciclo de vendas ao consumidor.

Quais os benefícios de usar um conteúdo personalizado?

Aumenta o engajamento com o consumidor

Atingir o engajamento com o consumidor é entregar o que ele precisa, na hora e no formato desejado. As pessoas sentem empatia com determinado produto ou serviço quando recebem informações significativas para o seu momento e estilo de vida. Com isso, a marca ganha credibilidade.

Uma pessoa que encontra conteúdos relevantes para ela, buscará sempre ler, compartilhar e participar dos canais de contato com marca. E isso já é meio caminho andado na trajetória para se tornar um consumidor.

Promove o alinhamento com as estratégias de SEO

Uma vez que o smart content trabalha com conteúdos relevantes e com pesquisa semântica de palavras-chave, ele também funciona como uma estratégia de SEO (Search Engine Optimization — otimização de mecanismos de busca em português), melhorando, substancialmente, a cobertura de mercado do seu produto ou serviço. Ou seja, facilita o acesso dos potenciais e atuais clientes ao seu negócio.

Garantir as primeiras posições no Google por meio da busca orgânica, por exemplo, só é possível por meio de ações estratégicas voltadas para a leitura dos buscadores e do conteúdo realmente direcionado. E essa é uma das principais funcionalidades do smart content.

Aumenta o número de conversões

Conteúdos de qualidade e segmentados aumentam as conversões, que podem vir por meio de novos leads, aumento de tráfego no site e, por fim, efetivação das vendas.

Por exemplo, se uma pessoa faz buscas na internet sobre dieta sem lactose e encontra um blog de nutricionista com informações ricas e úteis sobre o assunto, certamente não vai hesitar em informar o e-mail para receber uma newsletter.

E quando essa pessoa precisar de um especialista, ela já conhecerá e confiará no proprietário do blog por conta do conteúdo personalizado que encontrou na internet. Mas lembre-se: o conteúdo precisa ser realmente relevante!

Como desenvolver um conteúdo inteligente?

Chegou a hora de conhecer algumas dicas para você oferecer o seu conteúdo de maneira inteligente, personalizada e segmentada para o seu público-alvo.

E acredite: é possível reaproveitar conteúdos já publicados, remixar postagens, atualizar e fazer novas versões de um conteúdo mais antigo utilizando diferentes mídias. Confira!

Divida as postagens muito longas

Se você tem e-books, whitepapers ou estudos de caso, é possível reorganizar esses materiais em conteúdos menores, utilizando-os como posts para as suas redes sociais ou blog corporativo. Um único arquivo pode se transformar em diversas novas postagens para a sua empresa.

Transforme os seus conteúdos usando outros meios de comunicação

Se você tem um post falando sobre algum tema específico, por que não fazer um vídeo sobre isso? E depois de fazer o vídeo, que tal transformá-lo em um podcast? A boa utilização de diferentes mídias para abordar determinado assunto é uma maneira de atingir o consumidor onde quer que ele esteja. Além disso, você também oferece um conteúdo muito mais rico e aprofundado sobre diversos temas que você e a sua equipe dominam.

Atualize conteúdos antigos

Seguindo essa lógica de reorganização de conteúdos, aproveite os seus posts antigos para criar novos conteúdos. Você pode, por exemplo, transformar uma postagem de seu blog em um infográfico. O importante aqui é cuidar para que o conteúdo ainda tenha um tema atual. Você também pode pegar os seus posts mais populares e dar a eles uma nova roupagem, inserindo novos dados, novas imagens e tudo que possa deixá-lo mais atrativo.

Aproveite os comentários do público

A interação com o seu público ajuda bastante no desenvolvimento de novos conteúdos, pois as dúvidas, comentários, elogios — e até as reclamações — podem servir de base para novas postagens.

Imagine que você tem uma empresa de alimentos saudáveis e que publicou um conteúdo sobre qualidade de vida em cidades grandes. Muitas pessoas reagiram a esse post e afirmaram não ter tempo para se cuidar como o sugerido. Que tal usar esse feedback para fazer um conteúdo sobre alimentos rápidos e saudáveis para quem tem a vida corrida, por exemplo?

5. Reúna postagens sobre um mesmo tema

Lembra-se de que falamos sobre desmembrar grandes conteúdos em arquivos menores? O contrário também é válido. Junte as diversas postagens que a sua empresa já fez sobre um determinado tema e crie algo mais completo para o seu consumidor, como um e-book.

Assim, você consegue otimizar recursos e fazer mais conteúdos inteligentes e relevantes em menos tempo. Um e-book reúne, em um único lugar, diversas informações que estavam separadas em seu blog. Além disso, ele pode ser usado como uma “call-to-action” para captar um e-mail de contato para prospecção.

6. Invista em influenciadores

Na internet muita gente fala sobre muita coisa. Por esse motivo, encontrar pessoas que sejam consideradas autoridade no assunto que você pretende falar pode ser uma forma de obter respaldo ao conteúdo oferecido pela sua empresa, marca, produto ou serviço. Pesquise sobre pessoas influentes em seu ramo e faça entrevistas, vídeos e postagens que tenham a presença desse influenciador.

Como você viu, utilizar o smart content pode trazer muitos benefícios para a efetivação das suas estratégias digitais — uma vez que ele está alinhado a outras ações, como o SEO —, e pode melhorar os resultados de tráfego, engajamento, vendas, leads qualificados e ainda garantir uma autoridade na internet.

Gostou do nosso post? Siga as nossas páginas nas redes sociais para acompanhar as nossas atualizações! Estamos no FacebookInstagram e LinkedIn. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This