Como fazer uma newsletter: sua importância e principais elementos

Entre as diversas estratégias de marketing digital, uma das mais eficazes em termos de aumentar a proximidade com o cliente é o e-mail marketing. Com um bom conhecimento de como fazer uma newsletter, por exemplo, é possível alcançar excelentes resultados com a sua audiência.

Por isso, neste post, vamos explicar por que é tão importante que as empresas invistam na produção de uma newsletter e quais são os principais elementos que esse tipo de conteúdo precisa ter para engajar o seu público. Confira!

Em que consiste uma newsletter?

É importante deixarmos claro que uma newsletter é um material enviado por e-mail com autorização por parte do usuário. Isso significa que ele preencheu um formulário ou forneceu algum outro tipo de permissão para você lhe entregar esse conteúdo.

A finalidade da newsletter é levar ao leitor novidades sobre a sua empresa e sobre temas que tenham alguma relação com a sua área de atuação. Como a ideia é fornecer informações úteis e relevantes, a inserção de promoções ou publicidade pode ocorrer, mas nunca deve ser o foco desses boletins.

Qual é a sua importância?

Já entendemos a finalidade das newsletters, mas será que elas são realmente tão importantes para os negócios?

O e-mail é um canal extremamente eficaz, porque permite alcançar o usuário diretamente na sua caixa de entrada. E quando a intenção de suas mensagens é informar em vez de apenas vender, a tendência é que os leitores se interessem de verdade pelos seus conteúdos e confiem mais na sua empresa.

Isso contribui para um relacionamento mais próximo entre o lead ou cliente e a marca, aumentando a credibilidade da organização com essa audiência e motivando-a a pensar no seu negócio quando estiver no momento de decisão de compra.

Como fazer uma newsletter de qualidade?

Listamos abaixo as melhores práticas para compor uma boa newsletter. Acompanhe.

Conteúdo relevante e de qualidade

Lembre-se que o maior valor da newsletter para o leitor é a informação. Por isso, forneça sempre conteúdo relevante para o seu público e jamais inclua chamadas promocionais em excesso — isso pode trair a confiança dos usuários.

Uma boa base para a proporção entre conteúdo informativo e anúncios é a regra 80/20, que determina que pelo menos 80% deve ser de informação útil e até 20% de publicidade.

Design agradável

Tenha em mente que fornecer um conteúdo interessante não basta. É necessário proporcionar uma boa experiência para o usuário enquanto ele está interagindo com o seu informativo.

Sendo assim, cuide do design da sua newsletter. Escolha uma fonte agradável, use imagens atrativas e garanta que a leitura não será prejudicada se o leitor optar por abrir o e-mail em aparelhos de tela pequena, como um smartphone ou tablet.

As melhores ferramentas de e-mail marketing contam com templates prontos, que você pode adaptar em vez de ter todo o esforço de criar um design completo desde o princípio.

Call to action

A newsletter também deve conter elementos que motivem um maior engajamento com aquele conteúdo. Com botões ou links que direcionam o leitor a realizar uma ação — as chamadas calls to action —, como “Leia mais” ou “Confira mais detalhes”, você pode encaminhá-lo para o seu site ou blog, por exemplo. Isso estimula as pessoas a consumirem o seu conteúdo e a se aproximarem ainda mais da sua marca.

Agora que você já sabe as melhores práticas de como fazer uma newsletter, não deixe de aplicá-las na sua empresa. Assim, você terá clientes muito mais envolvidos com a sua companhia e as atividades que ela promove, além de aumentar o potencial deles se tornarem fiéis à marca.

Se você gostou deste post e quer receber as nossas atualizações sobre comunicação e marketing digital, siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook, YouTube, LinkedIn e Instagram.

Comments (2)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This